Banner: Marco Antonio ///// Produção de Layout: Mariana Nunes

COMO TEM GENTE BURRA NESTE MUNDO - episódio 03: A diarista

>> quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

"Ela é dona do jogo...
Ela é dona da banca...
Sabe que está podendo...
E por isso briga..."



Ela é um perigo completo.

Uma arma biológica na sua área de serviço!

Consegue beber uma garrafa de amaciante em 2 semanas.

Mastiga duas pedras de sabão: uma quando chega perto do tanque e outra quando resolve lavar suas panelas na pia da cozinha.

Faz o diabo com o diabo verde.

Se ela não aparecer durante o mês todo, sua conta de água ou de luz cairá pela metade, só por conta dos 4 dias que ela não foi.

Deve fazer cobertura de sorvete com o detergente verde que você tem na pia da cozinha.

Quando se atreve a fazer pipoca, confunde o saco de sal com o frasco de Sapólio Radium e acaba com metade dele.

Se freqüenta alguma igreja evangélica, recusa-se a passar o paninho na sua cômoda, só porque você tem a imagem de Nossa Senhora Aparecida lá!

Tem telefone celular, mas nunca tem crédito. Esquece de passar o número para você. E, quando passa, nunca o atende quando é você que precisa falar com ela.

Destrói pelo menos um balde por mês, uma vassoura a cada duas semanas e arranca aquela borracha preta do rodo toda vez que enxuga o banheiro.

E que mania é aquela de querer limpar as janelas... por fora? E ficar pendurada do lado de fora do seu apartamento – que está no oitavo andar do prédio?

Praticam a arte da transmutação como ninguém. Por exemplo: lembra aqueles documentos que estavam na mesa do computador? Foram parar na gaveta do criado-mudo. As canetas sumiram da estante? Estão naquela mochila que você leva pra academia – “ué, mas não é a mochila da escola, Seu Fulano?”. Aquele porta-retratos que estava no criado-mudo? O que ele foi fazer na mesinha de canto na sala? E por que suas cuecas limpas estão agora na gaveta das meias? E onde foram parar as meias?

Aliás, você tem certeza que entrou na sua casa mesmo? Sim, porque aquela mesa não estava daquele jeito. E por que os sofás da sala estão em outra posição?

Ei, mas essa cortina azul era do quarto, está fazendo o que na janela da sala?

E por que ela pega dois ônibus pra vir e dois pra ir embora se na frente de seu prédio passa o ônibus que pára em frente da casa dela?

Nossa! Mas, com tanta coisa assim, o que essa mulher faz para que a gente não saiba viver sem ela?

Nossa querida, amada e esbanjadora diarista! Ou empregada doméstica...

Chame como quiser... Ela vai gastar todos os seus produtos de limpeza de qualquer jeito.

E mudar os móveis e objetos de lugar como bem entender.

11 bedelhos!:

thiago 21 de fev de 2008 01:56:00  

ela pegar mais ônibus do que deveria deve ser alguma síndrome de pobre. ela deve se sentir completa andando socada dentro do ônibus com aquele monte de gente que parece nunca ter visto o desodorante mais barato que seja.

tadinha... ela deve ser feliz. HAHAHAHA

quanto à "transmutação"... uma coisa sempre digo: faça você mesmo do seu jeito! é a melhor maneira de evitar essas situações. e ainda economiza. =P

Juliana Gulka 21 de fev de 2008 10:15:00  

Olá Euzer!
Que bom que retomou a série é tudo tão engraçado, mas real!!!
Espero que venha mais coisa nova por aí... rsrs
'Como tem gente burra nesse mundo!!!'
beijo

Tiago Enes 21 de fev de 2008 17:38:00  

Oi

O Blog tá muito legal!
Bons posts!

Parabéns!

Abraço!


Se puder visite!!!

http://tiagoenes.blogspot.com/

Lucas Conrado 21 de fev de 2008 22:45:00  

Você percebeu algo importante no texto que os outros não falaram ainda. Confiança e os princípios deles. Quando criei os personagens Mateus e Fernanda, quis dar a eles algumas caracteristicas minhas. Tipo, não to falando que vou transar com uma menina só depois do casamento, mas não vou levar uma mulher pra cama só pra ficar tirando onda com meus amigos. Quero esperar pra encontrar a pessoa certa, e é o que Fernanda e Mateus fizeram.

Agora, sobre seu texto:
uhaauhuauhauhauhauhauha
Vou começar pelo lado vazio do comentário: Muito divertido e bem escrito o texto. Agora o comentário em si: Não tenho empregada doméstica, mas quando minha mãe inventa de arrumar meu armário, acontece exatamente a mesma coisa... Sempre some uma revista, um desenho ou um livro.

Obrigado pela visita e pelo comentário verdadeiro!
é osso!

Lucas Conrado 21 de fev de 2008 22:46:00  

E o que esqueci de complementar no meu comentário, tanto a mãe, quanto a empregada, sempre estão com boa intenção. Pelo menos a mãe...
hehehehehehe

Liliane Sastre Nunes 21 de fev de 2008 22:48:00  

Haha...
a daqui de casa me chama de Leilhane (Liliane), nunca coloca minhas roupas em ordem no guarda-roupas (separadas por cores) troca os móveis que é uma lástima, não consegue ordem em ordem decrescente os objetos...
Mas eu adoro ela!
hehe
bejocas..vê se me visita tbm.
http://rabiscancia.blogspot.com/

Angel Ilanah 21 de fev de 2008 22:48:00  

lembrei do programa A diarista, eu gostava muitcho, e essa profissao naum eh nem um pouco reconhecida com seus devidos meritos, pensa que eh facil dar a geral na casa eh?!

luandersonplayplay 21 de fev de 2008 23:14:00  

O Blog tá muito legal!
Bons posts!

Parabéns!

Abraço!

Tâmara Rabelo 21 de fev de 2008 23:54:00  

"Como tem gente burra nesse mundo"
Mas toda burrice é valida se é pra ser um burro feliz...
Adorei seu comentário no meu blog.
Obrigada

Ciça Donner 23 de fev de 2008 07:58:00  

Eu nao me importo, eu nao me importo, eu nao me importo... PASSA ESSA ROUPA, LIMPA A CASA, LAVA O BANHEIRO... égua, que sonho!!!

§van§ 4 de mar de 2008 21:59:00  

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, eu não sabia que você conhecia a Sueli!!!!!!! Puxa vida, vocês tramando pelas minhas costas!

  © Blogger template Skyblue by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP