Banner: Marco Antonio ///// Produção de Layout: Mariana Nunes

QUEM CAI POR ÚLTIMO... (by Sérgio Enzo)

>> sábado, 29 de março de 2008

Sérgio percebeu que estava à beira de um estresse. Os primeiros sintomas ocorreram no feriado, quando ele chegou da balada. Sérgio teve sempre um sono tranqüilo. Nunca leve a ponto de acordar com um mosquito voando no quarto, nem pesado a ponto de passar batido por uma explosão na garagem.

Mas, deitar e quinze minutos depois acordar com o sonho de Marina ter ligado para ele do aeroporto, realmente foi o primeiro sinal de alerta. Resolveu que iria parar de meter-se em encrencas. Já tinha problemas demais para resolver, e ficar arrumando outros, realmente, poderia levá-lo à cama de um hospital.

Por isso resolveu ficar quieto a semana inteira... Já que não dava pra fugir dos problemas, resolveu todos da melhor forma possível. Até que o fim de semana chegou de novo.

Conversa ao celular:
- Serginho, meu querido... Vamos pra balada hoje?
- Ah, Euzer, estou cansado, não estava querendo!
- Poxa, cara! Vamos, vai?
- Eita!!!

Sérgio foi, claro! Encontrou o amigo na fila e colocaram toda a conversa em dia. O amigo que conhecia a última encrenca de Sérgio disse apenas para ele sumir daquela Monstra porque aquilo era chave-de-cadeia.

Na pista, o som rolava solto... De novo, Marina volta aos seus pensamentos com a música da Rihana (Umbrella). Sérgio tem consciência que pode beijar todas as mulheres, mas enquanto Marina estiver em seu coração, outra não vai entrar se não fizer por merecer.


De repente, do nada, uma bofetada violenta atinge lado esquerdo do rosto de Sérgio e ele vai ao chão.

- Seu cachorro, filho da puta! Eu odeio você. O que você fez comigo não se faz, seu canalha! Eu vou destruir sua vida. Vou infernizar todos os seus dias, suas tardes, suas noites.

Um dos donos da boate acode Sérgio que, envergonhado, decide ir embora. Seu amigo aparece e o acompanha até a porta.

- Sérgio, espere a chuva passar...
- Não, vou nessa, melhor.
- Está perigoso você dirigir assim.
- Relaxa, eu não sou de correr.
O amigo de Sérgio toma-lhe a chave do seu carro:
- Sérgio Enzo, você não vai sair daqui enquanto estiver chovendo.
- Me dá estas chaves.
- Não dou – e as coloca dentro de sua calça, num lugar que Sérgio passaria vergonha se fosse tentar pegar.

Na janela, Sérgio e o amigo conversam enquanto observam o dilúvio... Percebe que várias pessoas passam e olham para ele.
- Cara, não estou suportando ficar aqui com essa gente toda me olhando.
- Acalme-se, espere a chuva passar...
- Ai, meu Deus, olha quem está ali!

A Monstra olha vitoriosa para Sérgio. O amigo dele a encara com olhos maldosos. Ela devolve com o olhar ainda mais vitorioso. O amigo percebe algo que ela não viu. Ela sorri cinicamente para um Sérgio abatido, envergonhado e cabisbaixo e não vê o primeiro degrau da escada que leva ao piso inferior.

Conversa entre os dois homens do SAMU:
- Vamos colocar o colete?
- Calma, segura o pescoço dela.

Sérgio está ao lado do amigo. Continua cabisbaixo e de braços cruzados. Afinal, ele em pé observa a Monstra no chão sendo imobilizada e socorrida pelos homens do SAMU. Sob seu corpo, sangue. Os homens do SAMU a levam para o hospital. A roda de curiosos se dispersa e volta a curtir a noite, enquanto as mulheres da faxina limpam o sangue no pé da escada.

- Vamos tomar um chope, Sérgio? Acho que merecemos!
- É... Afinal, quem vai ao chão por último, vai muito melhor. E eu percebi que você sacou que ela ia cair da escada, viu?
- Eu????????? Que maldade, Sérgio - disse o amigo com um cínico sorriso de vitória!

E a chuva não parou até o final da madrugada!


Se você precisar dos serviços do SAMU, basta ligar 192.

47 bedelhos!:

Marco Antonio 29 de mar de 2008 23:24:00  

Aquela velha sensação de ter 'dado a volta por cima'... Mesmo que na desgraça alheia... o saborzinho da vitória... HAHAHA

Bom demais o texto, Euzer.

Vinii 29 de mar de 2008 23:26:00  

aiuhaiuhaiuhaiuaa foda

Beatriiiz 29 de mar de 2008 23:35:00  

O que foi essa porrada na cara? O:
Senti em mim, junto com os xingamentos que a seguiram...

Quanto ao meu namorado supostamente real... Não, não é real.
Provavelmente, se alguém como ele fosse real, pelo menos meu amigo seria.
Mas se alguém se aproximar do que ele é, pode apostar que vou conhecer!

Beijoos :*

squirrel 29 de mar de 2008 23:53:00  

Pois é meu caro,existe a lei do retorno

x D

bjs adorei o post

Juliana Gulka 29 de mar de 2008 23:54:00  

nossa, é a história? Caraca, demais... mas eu senti uma pontinha de sensação de vingança cumprida aí...
beijo
como sempre... a história vai muito bem..=p

Naiara 30 de mar de 2008 00:11:00  

Hahahaha! Esse é dos meus!!! Tenho certeza que ele viu que ela ia cair sim, mas que mal há em um tombinho e uma perna quebrada? rs

Agora quanto ao stress do "nosso amigo", ele não vai conseguir aliviar no final de semana se for para a balada - não mesmo! Ui, balada por sí só já é estressante. Tem fila? Credo! De filas bastam as do banco durante a semana. Tem affair problemática? Sai correndo! Aliás, céus!, essa affair só pode ser como disse "chave de cadeia" se a música que a faz ser lembrada é da Rihana. rsss


PS: Poxa, o docinho é um cupcake muito bonitinho né. Cupcakes são sempre lindinhos, delíciosos, mas que você morre de dó de comer. Na verdade não houveram doces, só um bolo simples de chocolate que a mãe do meu namorado fez sem nem saber que era meu aniversário. rs
No ano que vem tem mais, ou então, nos próximos aniversários (não meus).

Alcione Torres 30 de mar de 2008 00:39:00  

Gostou da fita k7, né? rsrsrsrsrss
Obrigada pela visita. Volte sempre!
Abs.

http://sarapateldecoruja.blogspot.com/

Jornalista 30 de mar de 2008 01:12:00  

Adorei a monstra cair. Não que "pimenta nos olhos dos outros seja refresco", mas às vezes, as pessoas têm que pagar pelos atos. Aliás, sempre. Na situação que estou e lendo esse texto, deixei escapar uma risada ao saber do tombo. E ase quiser saber da situação em que estou, veja no meu último post... REvolta total, então a todos os injustiçados, que saboreiem a "queda dos adversários". E que todos esses (ou essas) pilantras se arrebentem mesmo.
Ah, recado para Sérgio Enzo: Meu caro, tentar cobrir o sol com a peneira é o melhor jeito para ficar cego. Enquanto estiver com a Marina no coração, pode ter relacionamentos com quantas pessoas que aparecerem que nenhuma delas o fará feliz.

caio arroyo 30 de mar de 2008 08:21:00  

Nada melhor do que alguem pagar pelo que fez, o ritmo ficou muito bom e nao esperava esse final

jhony 30 de mar de 2008 11:28:00  

huahuahua
mas ela se machucou???
huahua
passa no meu e me diz oque ta achando falow!!
www.meunomenaoehjhony.blogspot.com

Mariana 30 de mar de 2008 11:43:00  

Tapa na cara não pode!
Ninguém merece isso! Também senti alívio com o tombo...

é conflituoso isso, pois a vida inteira aprendi que não é legal ficar feliz com a desgraça alheia mas, parece que foi merecido...

bjs

Senhorita Altendorf 30 de mar de 2008 12:17:00  

perfeito perfeito perfeito.
Um texto muito bem feito!
Tudo muito bem descrito!
gostei mto!
bjos.

Vindemiatrix Almuredin 30 de mar de 2008 12:24:00  

Nossa, muito interessante !! Gostei do seu blog !!

Abração !!

Thread 30 de mar de 2008 12:53:00  

Eu achando que a Marina tinha voltado!

E o relato entra na sequência de erros sem fundamentos.

Fiquei com pena da Monstra. Ela só queria alguém pra cuidar dela, provavelmente é uma pessoa muito carente.

Abração grande Euzer

Henrique Felippe 30 de mar de 2008 12:55:00  

Como diz uma propaganda do Zona de Impacto... Lei da Gravidade, melhor professora não há, mas só aprende quem levanta...
A monstra mereceu e o "amigo" sabia, mas fez bem...
E que a chuva continue, para lavar a alma e o coração desse rapaz... assim ele esquece essa monstra logo....

Abraços brother...
Henrique
Vai Vendo...

Polecos 30 de mar de 2008 16:02:00  

a vingança nunca eh plena, mata a alama e a envenena, ehauehauehauehaue

o importante eh ser feliz, nuss nada a ver

:)

abraços

Wander Veroni 30 de mar de 2008 16:55:00  

Nossa q história bacana Euzer! Faz a gente repensar essa questão da auto-estima e a lei do retorno. Parabéns pela iniciativa de compartilhar com tds nós isso.

Aqui, fiz um post no meu blog sobre "Queridos Amigos". Depois da uma olhada lá, vlw!

Abraço,

=]

Wander Veroni - Jornalista. BH/MG
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Thaíssa Vasconcelos 30 de mar de 2008 22:06:00  

Só rindo mesmo (da desgraça dos outros) hahaha

F E R N A N D A 30 de mar de 2008 22:27:00  

E a MONSTRA se fod@#*&$!

Todo mundo tem o que merece.
Lei da ação e reação, talvez?

Adorei
Texto leve, bom de se ler.

Passarei mais vezes.

Beijinhos
Dá uma lida aqui oh
www.fernandapansica.blogspot.com

Mayna 30 de mar de 2008 22:58:00  

DIZEM QUE A JUSTIÇA TARDA, MAS NÃO FALHA. QUANDO ME FALAM ISSO NÃO CONSIGO ACREDITAR, MAS NESSE CASO, ATÉ QUE DEU CERTO!
AINDA BEM QUE ELE FOI CONVENCIDO A FICAR ATÉ A CHUVA PASSAR, ASSIM PÔDE TER O GOSTINHO DA VINGANÇA!

http://maynabuco.blogspot.com

Mayna 30 de mar de 2008 23:08:00  

OK EUZER!
VOCÊ FICA COM SORRISOS LARGOS E ME DEIXA COM LÁGRIMAS NOS OLHOS!
OBRIGADA PELAS BELAS PALAVRAS!

Calango Net News 30 de mar de 2008 23:34:00  

A melhor fala que dá para realizar uma descrição de cena é quando o rapaz leva uma bofetada da "monstra" e, principalmente, da expressão de raiva nas palavras.

As pessoas gostam de ver as "desgraças" uma das outras. Parecem que se satisfazem em ver o outro no chão. Mas sempre no final, o feitiço vira contra o feiticeiro. Gostei da trama, pois é descritiva aos fatos.

Abraço!

http://calangonetnews.blogspot.com/

Eduardo Ximenes 30 de mar de 2008 23:43:00  

Muito massa!

gosto das coisas q vc escreve! abraco!

Thierry 31 de mar de 2008 00:36:00  

bebedeira molhada essa em..
chuva, chuva.

Latinha 31 de mar de 2008 00:54:00  

Quem planta vento, colhe tempestade!!
;-)

adorei o outro post...

abração e grande semana para você!!!

Henriq 31 de mar de 2008 10:06:00  

pimenta no cu dos outros é refresco né? que feio :P

Lucas Conrado 31 de mar de 2008 11:05:00  

É... queria mostrar esse texto pra umas e outras aí que eu conheço...
Não desejo o mal pra elas, mas queria que elas sentissem um pouco da dor que elas me fizeram passar...

ps. Se você precisar dos serviços do SAMU, basta ligar 192 e rezar muito. Liguei pro SAMU 2 vezes quando meu pai, que é diabético, passava mal e eles não apareceram.

Não confio neles.
passa no meu blog, tem nova postagem lá. postarei seu meme mais tarde. ainda não escolhi quem indicarei.

Renataah 31 de mar de 2008 19:30:00  

CARA!!! adorei teu texto!!
MTO legaaal! very cool!!
;}}
ainda bem que odeio chuuva! hahahaha

acabei de atualizar meu blog, dá uma passadinha depois!

www.cherryie.blogspot.com


beeeeeeijos ;@

Marcos Costa Melo 31 de mar de 2008 21:51:00  

hehe...coitada da moça.

abs

Hugo 31 de mar de 2008 22:23:00  

Cada um sabe a cruz que carrega no peito.

É sempre bom passar por aqui, os textos são bons

parabéns euzer

abraços

Fábio Buchecha 31 de mar de 2008 22:43:00  

(me contorcendo de rir)






(respirando um pouco para poder comentar)

(agora vai)

Já tive minhas vinganças involuntárias também, mas a minha envolve um flagrante que não posso revelar aqui =P

Agora se essa mina morre...

___________________________________
TemPraQuemQuer <<< Entra!

Flá Absolut 31 de mar de 2008 22:57:00  

V for Vendetta!!! hauhauahuahauha

:)

Flá Absolut 31 de mar de 2008 23:18:00  

Olha eu aqui de novo

metendo o bedelho huahauhauhauha ^^

Daniel Leite 31 de mar de 2008 23:45:00  

Pois é.. Predominaram a lebre da auto-estima e a possibilidade do "bateu, levou". Muito interessante a história.

Até mais!

As férias de Mr. Owen

http://pordentrodomundodabola.blogspot.com

MaxReinert 31 de mar de 2008 23:49:00  

Rapaz.... sse a história for verídica... fiquei com medo de vc agora!!! jhauhauhahahua

Rafael Carvalhêdo 1 de abr de 2008 00:54:00  

Caral**!!!
Não acredito que isso possa ter acontecido mesmo! Aconteceu?!

Meu Deus! Cara, que louco! heuehueheuu

Não sei se riu ou fico chocado com essa história (ou estória)!!!
Primeiramente: essa mulher é louca mesmo!!! Sem noção da realidade...

Segundo: Que castigo foi esse? Isso foi karma? Cara, fiquei com pena da Monstro, afinal foi um castigo grande demais para as atitudes dela.

Mas enfim, adoro humor negro... e essa foi ótima! Mas espero que tenha sido só humor mesmo... heuheueh

Mariana 1 de abr de 2008 11:26:00  

haiuahiuahiauhaiuhauia

bem feito!!!


tudo que vai volta. ^^


fictício ou verídico?!

♥M@cellY♥ 1 de abr de 2008 13:28:00  

Hahauahauhaua
que comédia... e o nome "a montra" foi maravilhoso..
será que ela vai ler esse post?
hauahuaahau

Bjoooo Moço!

jlou 1 de abr de 2008 16:09:00  

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh a lei do retorno.... � a minha preferida! rsrsrsrsrsrsrs

J� tenho mais novas! Fique a vintade! rsrsrsrs

www.jlouthings.blogspot.com

The Secret 1 de abr de 2008 21:30:00  

Meu medo é se eu precisar dos seus serviços. kkkkk
Abraços

Vinii 1 de abr de 2008 22:49:00  

haihaiuhiahiuaa foda

Henrique Felippe 1 de abr de 2008 23:44:00  

Fala brother, tudo bom?

Olha, né mentira não hein... rs
Veja lá no blog o que reservei para você...
Forte abraço e ótima semana mermão...
Não esqueci aquela parada, é que estou enrolado, mas amanhã estou de bob depois do horário comercial...

Abraços,
Henrique
Vai Vendo...

Everaldo Ygor 2 de abr de 2008 10:43:00  

Olá...
Esse é o conto, veloz, com personagens alucinados, monstra...
E a chuva, as vezes ela vem e é capaz de lavar até as vaidades, que ela venha várias e várias vezes e inspire gente como você...
Parabéns!
Abraços
Everaldo Ygor
http://outrasandancas.blogspot.com/

felipe 2 de abr de 2008 11:54:00  

Amigo...só para te dizer que adoro vir aqui sempre e ler coisas boas e interessantes.
Com certeza faz meu dia melhor.
Super abraço
Felipe

Celle 2 de abr de 2008 17:22:00  

A música da Rihana certamente foi a coisa mais assustadora do seu texto hauahaua e acredito que hoje tenhamos acordado com o mesmo "instinto matador"...hahahahahaha

Bjusssssssssss

Celeste Aquino 8 de abr de 2008 22:19:00  

CAra muito bom e a lei de retorno é infalivel msm

Flavitcho 1 de mai de 2008 18:47:00  

Muito, muito, muito bom..

O que há de acontecer com a monstra?!
Tá f...

Ahahaha!
Adoro!

  © Blogger template Skyblue by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP