Banner: Marco Antonio ///// Produção de Layout: Mariana Nunes

JOGO DA VERDADE - By Lulu Torres

>> sábado, 9 de agosto de 2008

(Leia até o final antes de comentar. E não comente bobagens do tipo "bom o blog".)

As regras do meu jogo da verdade são diferentes. A garrafa gira duas vezes. Na primeira, determina quem pergunta. Se ela parar duas vezes em alguém, essa pessoa fará uma pergunta e todos a responderão. Se ela parar duas vezes em quem a girar, responderá perguntas de todos na roda.


São Paulo, 01 de agosto, por volta de 10 da noite. Sala do apartamento de Euzer.
Marina girou a garrafa e ela parou cinicamente apontada para Euzer.
- Ih, Euzer fazendo pergunta? Preparem lenços, porque ou você chora ou você chora – disse Sérgio preocupado.
Quando Marina girou a garrafa pela segunda vez, ela passou por Euzer, Ricardo, Vânia, Pedro, Sérgio, Marina, William e foi parar em Lulu, que levou às mãos ao rosto:
- To fudida!
Euzer ficou olhando-a de canto de olho. Mas um olhar profundo, inquisidor. O sorriso macabro foi dando lugar a um semblante sereno.
- Responda com o coração: qual é a maior decepção de sua vida?

Quando trabalhava na Editora Globo, fui passar um fim de semana com meus pais em Bauru. Queria descansar. Por isso fui de ônibus. E fiz. Fiquei com eles o tempo todo e dormi muito. No domingo, eles me levaram à rodoviária. O ônibus saiu às 17h05. Antes ele ia por dentro da cidade. Perto de um supermercado, o ônibus parou pra ele entrar: Cesar. Que foi sentar-se ao meu lado. Não demorou para começarmos a conversar.
Falamos de tudo. Nem vimos que a viagem de quase cinco horas passou tão rápido. E trocamos fone. Havia chegado em casa ele me liga para desejar boa noite.
E os telefonemas continuaram, até que marcamos nos encontrar. E foi um, dois, dez, vários encontros. Sim, estávamos namorando. O calor da paixão.
Era um companheiro sim. Ia comigo para todos os lugares, e eu ia com ele a vários lugares. Ele trabalhava na área de contabilidade de uma empresa. Nem sempre viajávamos juntos a Bauru, onde moram nossos pais.
Um dia ele foi me buscar na Editora, que fica no bairro do Jaguaré. Meu amigo Guilherme saiu comigo do prédio e quando o viu, me deu um alerta: “cuidado com esse cara”. Achei que fosse cisma dele.
Um dia, eu ia pra Bauru e nos despedimos na manhã de quinta quando ele foi embora da minha casa. Durante o dia, minha mãe ligou dizendo que vinha a São Paulo no dia seguinte me ver e passar o fim de semana comigo. Fui à rodoviária vender minha passagem na sexta feira e aproveitei pra esperar o ônibus da mãe que chegaria às 8 da noite. Estava andando pela rodoviária quando vi César, apressado, dirigindo-se à plataforma de desembarque. Eram 7 da noite e até então ele achava que eu viajaria no ônibus das seis. Fui atrás. Havia um ônibus que chegara de Bauru na plataforma. Dele, entre várias pessoas, desceu um rapaz. Os dois abraçaram-se demoradamente.
Eu estava atrás de um pilar e, quando os dois passaram, ouvi um trecho da conversa. César dizia ao rapaz que ela tinha ido para Bauru, e os dois tinham o fim de semana inteiro para curtirem. Sem que eles percebessem, segui-os até a bilheteria do metrô. O suficiente para entender que o que havia entre os dois ia muito além de uma simples amizade.


Lulu recebeu um abraço do amigo Sérgio e o carinho cúmplice de Marina. De Euzer, ouviu apenas uma frase: “Lulu, eu te amo, ta?”. Todos eles sabem que por trás do jeito despachado da amiga, há uma mulher que, mesmo desiludida, ainda espera viver uma linda e eterna história de amor.

56 bedelhos!:

Flavitcho 9 de ago de 2008 21:38:00  

Pobre Lulu. =/
Que decepção, hein?!
Mas aí vem a força de seus amigos.
Tá vendo... O que é da gente sem amigo?! rs.
E mais... Espero que Lulu consiga sim viver a linda história de amor, né?!
Quem sabe nos próximos posts?!
:D

Jogo da verdade = Momentos de tensão.
=X

Mayna 9 de ago de 2008 22:01:00  

Espero que Lulu consiga viver a tal sonhada história de amor! Mas dessa vez, que seja uma história de amor de contos de fada e que termine com um final feliz!
Quanto ao que comentou em meu blog, acredito que todas as histórias de amor possam ser transformadas em poesias, por mais que o final não tenha sido como desejamos.

http://maynabuco.blogspot.com

Wander Veroni 9 de ago de 2008 22:02:00  

Oi, Euzer!

Puxaaa...coitada da Lulu. Euzer sempre nos surpreendendo com grandes textos, ufa! Ou vc chora ou vc chora mesmo...hehehe. Cara, vc lavou a alma da Lulu com essa pergunta que aposto que nem o psicólogo mais especializado do mundo conseguiria arrancar.

Gostei desse jogo da verdade. Essas regras não conhecia. Tô doido para ver as verdades de cada um dessa turma.

Aqui, tem post novo no Café. Depois passa lá, ok.

Abraço,

=]
______________________
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Paula Bailey 9 de ago de 2008 22:16:00  

ahahaha.... coitada da lulu!!!! espero que ela ainda viva uma grande historia de amor!!!!

e os amigos!!!! é tão bom vc saber que tem amigos assim!!!! muito bom mesmo!!!!

um comentario sobre o jogo!!!! rsrsrsr eu odeio esse jogo...ahahahah sempre me pegam e eu sempre me ... ahahahah

Dário Souza 9 de ago de 2008 22:24:00  

Po se a Lulu for um personagem real,coitada dela,mas isso passa po,vai vim alguem que preste pra ela.Euzer ce ja leu Marley e eu ?/Tava vendo a foto da mao,me lembrei de Marley e seu dono.xD

Ana Lucia Nicolau 9 de ago de 2008 22:39:00  

Euzer, desculpe-ma o curto comentário, mas é a verdeade.
concordo com a Paula Bailey, do penultimo cometário antes do meu.
se quiser apagar porque comentei com o coração, fique a vontade

Natália Coelho 9 de ago de 2008 22:41:00  

A Lulu, não é a única a sofrer decepções amorosas! Pra isso existem os amigos! Interessante sua forma de contar uma história, se é que ela não foi real né?
Gostei viu!
Abraços

Dezy 9 de ago de 2008 22:49:00  

sí, gracias..
estoy caminando muy bien
pero todavía no sé muchas palabras.
todavía tengo mucho a aprender

BsOs

Lucas Conrado 9 de ago de 2008 23:10:00  

Cara... que coisa, não?
Está explicado (e bem explicado) por que Lulu é desse jeito.
Faço idéia do que Lulu deve ter passado. E, assim como ela, ando meio desiludido, mas ainda tenho esperança de um futuro melhor...

Rhenan 9 de ago de 2008 23:27:00  

Histórias desse tipo me entristesse. Como pode existir pessoas tão cretinas? O que esse babaca ganhou iludindo a pobre Lulu?
Esse tipo de coisa é enojável.

Abração

Rhenan
www.sexpride.blogspot.com

nicestthing 9 de ago de 2008 23:43:00  

Bah! Coitada da Lulu. :/
É ruim quando a gente descobre que uma pessoa que diz no amar tem um caso com outro, e tenho dito, mas sempre tem aqueles amigos os quias podemos contar, aqueles que fazem nossa dor aliviar. O que seria de nós sem os amigos, hein? D:

Patricia Hummel 9 de ago de 2008 23:50:00  
Este comentário foi removido pelo autor.
... 9 de ago de 2008 23:57:00  

Sinceramente, talvez isso não tenha sido uma decepção pq ela dscobriu isso tudo no começo. Imagine se ela tivesse descoberto essa situaçao depois, quando a "paixão" tivesse sido se transformado em amor verdadeiro. Talvez o sofrimento fosse pior.
Ademais, com amigos como os mencionados, nunca se está sozinho e um recomeço é bem mais fácil.

Abraço!

Karla Hack 10 de ago de 2008 01:02:00  

Que decepção!
MAs o importante é que ela não perdeu a fé na possibilidade de se viver um grande amor!
Acredito que a vida das pessoas fica mais sem graça quando se perde esta esperança..
Tava vendo um filme ontem, meio bem ruizinho pra falar a verdade, e nele uma das personagens disse algo que ficou nba minha cabeça o dia inteiro: Nós vivemos com tantas coisas ordinárias, não permita que o amor seja um deles. Menos do que um amr intenso e arrebatador, não vale a pena.
Compartilho desta idéia!
E torço por LulU para que encontre este amor!

bjus

Fernanda Fernandes Fontes 10 de ago de 2008 02:01:00  

Ah Lulu, histórias de amor são assim msm...O que não pode acontecer é deixarmos de buscar um que nos preencha, nos acolha...pq estar apaixonado é tão bom...Viver e aprender com a desilusão. E seguir...sempre!

Bjão!

André 10 de ago de 2008 09:15:00  

Vida que segue... Muitas das vezes é assim msm, mas as coisas acontecem para algo muito masis grandioso.
Abraços!

Marcos 10 de ago de 2008 11:55:00  

Acho que a decepção é a pior coisa que pode acontecer no amor. Espero que a Lulu encontre alguém que realmente saiba lhe retribuir bons sentimentos de forma justa e sincera.

Jogos da verdade sempre trazem grandes revelações. Cabe a nós tentar ajudar (ou não) no que for possível. Sempre há pessoas que saem melhores ou piores depois de jogos da verdade, justamente pelo fato de terem conseguido (mesmo que praticamente obrigado) desabafar de alguma forma.

abraço

Ana Lucia Nicolau 10 de ago de 2008 12:05:00  

Já comentei nessa postagem ontem.
como também já comentei nas outras postagens disponíveis aqui nessa página, vou dizer que reitero o comentário de ontem.
Euzer continue tendo muita luz e paz, transmitidas no seu blog!

Jeff McFly 10 de ago de 2008 12:36:00  

Coitada da Lulu, Euzer!

Que puta decepção, hein? Já passei por algo semelhante. Ser trocado or outro algume do mesmo sexo dá uma sensação de impotencia danada. Aliás... ser trocado por outro alguem dá uma sensação de impotencia e aquela velha pergunta entoa na cabeça: "O que fiz de errado?"

Abraço e vamo que vamo!

Danilo 10 de ago de 2008 20:16:00  

Acho que todos nós conhecemos ou temos um pouco da Lulu dentro de nós, dependendo da situação. Nos mostramos fortes, práticos, dinâmicos às vezes até avessos a sentimentalismos, mas tudo que queremos é uma história de cinema, daquelas bem clichês!

Latinha 10 de ago de 2008 21:28:00  

E quem não espera viver um grande amor?! Quantos de nós não vão esconder amanhã, atrás de um sorriso a tristeza de uma ligação que não veio... ou a dor da espera por alguém.

E que Lulu tenha forças para esperar até o dia que possa verdadeiramente sorrir! ;-)

Grande semana para ti!

Antonoly 10 de ago de 2008 21:34:00  

Tomara que Lulu consiga viver a tal sonhada história de amor!
Um abraço amigo!

www.blowgh.wordpress.com

Chris 10 de ago de 2008 21:47:00  

É por essas e outras que eu ainda acredito que o amor é pura ilusão...

Marco Antonio 10 de ago de 2008 21:54:00  

Eu tive o prazer de ler isso adiantado e poder confirmar que grandes pessoas nem sempre precisam deixar isso sempre evidente. Ponto para a Lulu, que já ganha de goleada em cima de muita gente aí.

Gabriela 10 de ago de 2008 22:15:00  

Decepções como a de Lulu, infelizmente muitas vezes são inevitáveis. Entretanto, crescer é bom e as decepções sempre nos fazem evoluir um pouco (ou muito). E o melhor, temos capacidade para amar várias vezes e cada vez de uma forma diferente. Ainda bem!

Abraço.

Flá Absolut 10 de ago de 2008 22:40:00  

Muitas coisas são decepcionantes na vida... isso chamamos de VIDA não é mesmo..... não seria diferente.... nunca joguei o jogo da verdade..... eu mentiiiiii neleeee

então não foi jogo da verdade né....

Alexandre 10 de ago de 2008 22:42:00  

Cara, "bom o blog", kkkkkkkkkkk, zuera...
Pô, imagina a cara da Lulu na hora que ouviu o tal trecho da conversa...só queria enfiar a cara na terra. Um acontecimento desses aí deve ser osso de aguentar. Mas, como já disseram, vida que segue...e elmbre-se Lulu: as aparências enganam...e como!
Abraço
http://falandoprasparedes.blogspot.com

Besteira a 4 10 de ago de 2008 22:49:00  
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Jonatas Fróes 10 de ago de 2008 23:18:00  

Deve ser horrível descobrir esse tipo de coisa, principalmente quando já rolava um sentimento mais fundo no relacionamento... Ela deve sentir-se péssima até hoje...

Mas sempre temos que tirar um bom lado nisso tudo: Pelo menos ele não era um bandido, um assassino serial, um terrorista... Menos mal!

[]'s

http://musica-holic.blogspot.com/

MΛUЯΙ 10 de ago de 2008 23:38:00  

Oi Euzer.
Primeiro coment =)

Sabe que me identifiquei muito com a Lulu? Inclusive na parte em que ela é apoiada pelos amigos.

Um abraço e boa semana pra ti.
Ah, passa lá mais vezes !

www.mgoncalves.blogspot.com

Dih Fernandes 11 de ago de 2008 00:34:00  

Nossa...
Que decepção!
Ela ainda pode viver uma história de amor sim, graças a deus eu estou vivendo a 1 ano e 4 meses, e serão 1 ano e 5 meses agora dia 13, acho que nunca é tarde para achar a pessoa certa!!!

http://www.avidanobeco.com/

sp 11 de ago de 2008 05:47:00  

olá.
o amor será sempre um pássaro a tremer nas mãos de uma criança...
um abraço... peludo!

João Áquila Lima dos Santos 11 de ago de 2008 09:34:00  

coitada da lulu! pior que ser corno é essa história de lulu

Erich 11 de ago de 2008 10:09:00  

Ser traido ja é uma barra ... saber que o companheiro te traí com outro homem deve ser muito pior.
Desilusões amorosas servem para mostrar que estávamos no caminho errado.

Marcelo 11 de ago de 2008 14:34:00  

Acho que todos nós esperamos viver um grande amor. Não nascemos para a solidão, somos seres gregários. Sinto isso hoje quando vejo minha mulher e meu filho. A vida faz todo o sentido nesse momento.
Agora, sua amiga deu um azar desgraçado mesmo... Mas pior é o caso que eu conheço de uma mulher que viveu 26 anos com um cara e um dia pegou o camarada com o jardineiro e ele não estava plantando rosas...
Não posso perder o trocadilho, o cara estava cuidando do botão do marido dela que aflorava no jardim...rs rs rs... infame, mas é fato.

Thiago 11 de ago de 2008 21:05:00  

huuuum, q situaçao.....deve ser complicado mesmo...mas o importante eh vida pra frente

Paulo Barros 11 de ago de 2008 21:08:00  

Nossa..traição já deve ser frustrante, desse jeito então. Ainda bem que amigos a rodeavam, amores vem e vão, amizades são eternas. Ótimo ponto pra reflexão. Gostei.

Bruno Monin 11 de ago de 2008 21:25:00  

Bom o blog... Brincadeira he he he...

Meu, que história louca da sua amiga hein. Traida e enganada ao mesmo tempo, ainda mais por um outro homem, serás que se fosse com uma outra mulher a raiva da Lulu seria maior? Pensando aqui com meus botões.

Adorei o jeito que você joga o "Jogo da verdade", aqui, a gente gira uma vez só, um lado responde, e outro pergunta, simples não, mas vou pegar essa tua tática he he he.

Ah, e desculpa pelo susto la no BloGZinho, curioso é assim mesmo, só no susto pra sussegar.

Bruno Monin > www.BloGZinho.com

Edu França 11 de ago de 2008 21:52:00  

Lulu de alma lavada e mundo um pouco melhor com esse talento!

MaxReinert 11 de ago de 2008 22:35:00  

A vida é assim mesmo.... ainda bem que ela não ficou presa à sensação ruim da traição e decidiu seguir em frente... em busca de outro amor....

Sempre em frente!!!!

cassio 11 de ago de 2008 22:50:00  

:O, realmente uma decepção intanta!
Esses jogos da verdades, rsrsrs
Eu sou um pouco cético relacionado a viver uma história de amor...
Abraços.

Lucas Fernandes 11 de ago de 2008 22:57:00  

Euzer,

Feliz é aquele(a) que após uma queda encontra um mão amiga que lhe ajude a levantar e seguir em frente.

Agora, que decepção a da Lulu.

Abraço.
___________________________________
http://semfronteirasnaweb.blogspot.com

riq15 11 de ago de 2008 23:05:00  

Acho que não tem nada melhor que depois de uma decepção amorosa dessas(ia me sentir horrível se fosse trocado por uma outra mulher x___x), sentir que seus amigos estão ali, do seu lado para te apoiarem.

Alcione Torres 11 de ago de 2008 23:21:00  

Nunca joguei jogo da verdae. Nunca tive coragem! rsrs

http://sarapateldecoruja.blogspot.com/

DuDu Magalhães 12 de ago de 2008 00:05:00  

Só entendi que a Lula é uma 'azadara' como eu!

daudhuadhuhaud

Drêycka 12 de ago de 2008 06:28:00  

cara, naum deve ter coisa pior!
antes ser traída com outra mulher, mas c um cara! a mulher deve se sentir um lixo cósmico!

cara!ixe!!!


***"bom blog" kkkkk

Mariana 12 de ago de 2008 10:44:00  

Acho que um dia estávamos conversando sobre Lulu e eu te disse:

Toda mulher que se faz assim é porque tem um calo bem grosso...

hehehehe


beijos

Dan Souza 12 de ago de 2008 15:09:00  

Deve ter sido terrivel msm...
Mas, msm sabendo q é muito dificil, ela n devia ficar tão trsite. Tenho certeza q foi ele q perdeu mais!

Bjo

André 12 de ago de 2008 21:01:00  
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
bob.loco Ah ViDa Eh lOcA mAnO!!! 12 de ago de 2008 22:20:00  

os jogos da verdade sempre nos tiram historias pessoais desconhecidas, que temos que revelar assim..
pobre da Lulu

abraços

http://blogaragem.blogspot.com
http://www.orkut.com.br/Community.aspx?cmm=48465553

Rafael 12 de ago de 2008 22:20:00  

Os cafajestes sempre existirão. Mas quando se é trocado por um outro homem, deve ser mais difícil.

abraço!

ED CAVALCANTE 12 de ago de 2008 22:27:00  

NÃO ACHO QUE FOI UMA HISTÓRIA TRISTE. TUDO TEM SEU TEMPO CERTO. SEI, É CLICHÊ, MAS É ASSIM MESMO. AGORA, JOGO DA VERDADE É UMA TREMENDA ROUBADA. SEMPRE TERMINA EM CÕNFUSÃO!

Veiga 12 de ago de 2008 23:05:00  

q decepçao...

bola pra frente, levanta a cabeça e vida q segue.

abraço

Niltinho 14 de ago de 2008 22:18:00  

Vixe,
Isso sim que é decepção, e o pior é que eu conheço casos como esse e até piores, em que a "Lulu" só descobriu depois de anos de casamento.

Um abração;

raquel 18 de ago de 2008 21:19:00  

Eu tenho trauma dessa brincadeira da garrafa... Uma vez fui brincar disso , e na minha ignorante ingenuidade, acreditei que era mesmo para falar a verdade e que não haveria comentários fora da brincadeira...Só eu mesmo!!!

Falei verdade e me dei mal, mal, mal...rs

Esse post serviu pra me fazer dar risadas ao lembrar da minha "bobice".

Valeu.

Abs
Raquel

fernanda 16 de out de 2009 16:24:00  

espero que lulu viva sua historia de amor!!!!!!
mas dessa vez que termine em um final feliz!!!!!
ta vendo o que a gente é sem amigos!!
entao
lulu,espero que vc consiga viver sim a linda historia de amor
bjussssssss
gostei desse jogo da verdade de cada um dessa turma
abraço,
S2!!!!!!

  © Blogger template Skyblue by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP