Banner: Marco Antonio ///// Produção de Layout: Mariana Nunes

ENTRE MORTOS E FERIDOS... (by Lulu Torres)

>> quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Por mais absurda que seja, a história que você vai ler REALMENTE ACONTECEU. Obviamente nomes, cidades e época foram alterados para preservar a identidade dos envolvidos.


[Sérgio] Euzer, seu amigo Will foi pra São Paulo?
[Euzer] Não, o Guilherme veio!
[Lulu] Gente, até agora não acredito no reencontro dos dois no apê do Euzer.
[Euzer] Eu vou viver 100 anos e só vou acreditar porque eu estava lá com a Lulu e vi.

Ao final do baile de formatura de Guilherme, em 2002, seu pai descobriu que ele era homossexual, e que Will não era somente seu amigo.
Guilherme foi passar as festas com a família. Tão logo chegou o ano novo e voltou para Bauru, seu pai começou a agir. Primeiro ligou para o chefe de Guilherme.
Quando Guilherme chegou ao trabalho, foi demitido.
Ao retornar pra casa, ainda sem entender o porquê da demissão, encontrou um amigo que lhe virou as costas. Até que à noite, depois de falar com Will, que fora passar as festas e as férias de janeiro com sua família, recebe a visita de uma amiga contando que a história do namoro se espalhou pela cidade.
Indignado, Guilherme viaja até Piracicaba. Lá ouve de seu pai palavras duras. O pai o coloca pra fora. Guilherme sai nervoso. Neste mesmo instante, Will é assaltado e lhe roubam o celular.
Guilherme dirige perigosamente por Piracicaba. Um carro da polícia o segue. Chove. Ao passar por uma ponte, ele perde o controle e o carro cai no rio. Ao final do dia, o carro é resgatado e o corpo não é encontrado. Will assiste ao resgate do carro do namorado pelo telejornal na TV.
Guilherme, de carona em carona, chega a São Paulo e pede auxílio à avó. Ela não apenas o recebe como o ajuda em tudo, até mesmo a arrumar emprego. Ele tenta contato com Will, que ao voltar para a cidade, muda-se de casa. Quatro meses depois, sua avó, mãe de seu pai, liga para Piracicaba e conta à mãe de Guilherme, somente a ela, que o filho está vivo e com ela. Seu pai não deverá saber. Guilherme começa a reconstruir sua vida.
O tempo passa.Will se forma, vira funcionário público, curte baladas, paquera, tem casos superficiais com pessoas que se desinteressa logo depois. Conhece Euzer através de um amigo comum e acaba sendo um bom companheiro para noitadas. De seu passado, conta pouca coisa. Apenas o que ele próprio sabe. Mas Euzer sempre soube que havia algo muito intenso, que Will preferiu não contar, talvez para não se ferir mais.
Já para Guilherme, as emoções são fortes na cidade grande. Vida cultural intensa, um trabalho na Editora Globo, a amizade comigo que foi além das mesas da Editora, namoros, casos, relações amorosas efêmeras, amores eternos de uma noite só, bebedeiras, loucas noitadas que terminam com o sol quase no meio do céu. Mas uma sensação permanente de um vazio grande. Guilherme recorrera até ao Orkut na busca por Will. Não o encontrou porque Will se tornou Will depois da faculdade. Para Guilherme, era Willian.
O encontro dos dois no apartamento de Euzer em São Paulo surpreendeu e comoveu. Levamos alguns minutos para entender que o Gui que Will falava para Euzer e o William que Guilherme falava pra mim eram na verdade aquele casal que estava na nossa frente. Mundinho pequeno este.


[Euzer] Sérgio! E você ainda fala que o acidente de carro com Marta era o máximo do absurdo...
[Lulu] Olha, eu não sabia quem chorava mais: os dois ou eu... E você me conhece, né, Sérgio?
[Sérgio] Algum de vocês mandou esta história para a Rede Globo? Isso dá uma boa novela das 8.

41 bedelhos!:

Miss K 23 de out de 2008 23:31:00  

meu sem palavras essa historia!
me lembrou um livro q o final não é tão feliz mais tbm conta a historia de um amor eterno como esse...o terceiro travesseiro ^^

Luiza Prestes Karam 23 de out de 2008 23:43:00  
Este comentário foi removido pelo autor.
Flavitcho 23 de out de 2008 23:49:00  

:OOOOOOO

Gente, o mundo dá todas aquelas voltas e no final se encontra naquele ponto onde tudo começou. :x

Dá medo às vezes. :x

Miss K 23 de out de 2008 23:51:00  

não é frustração é a historia do autor até onde eu sei

Fernanda Fernandes Fontes 23 de out de 2008 23:56:00  

Nossa...que história intensa, hein?!

...pois quando existe o verdadeiro amor, nada, nem ninguém consegue separar metades que se completam. O tempo talvez seja mediador da ausência para que o encontro seja pleno, e que na casualidade, a eternidade do segundo diga o que o tempo calou por um breve instante...ai..ai...é assim...lindo!

Ao eros que uniu estes corações,que seja dado um amor tão lindo como este...

Bjs!

Luiz Almeida 24 de out de 2008 00:01:00  

Esse tal de Guilherme começou tomando no cu, tomou no cu sem tomar e depois ficou tudo acabou feliz como toda historinha, essa história saiu da sua cabeça certo? Ou aconteceu?

http://casosdeformiga.blogspot.com/

Luiz Almeida 24 de out de 2008 00:02:00  

Esse tal de Guilherme começou tomando no cu, tomou no cu sem tomar e depois ficou tudo acabou feliz como toda historinha, essa história saiu da sua cabeça certo? Ou aconteceu?

http://casosdeformiga.blogspot.com/

Wander Veroni 24 de out de 2008 12:37:00  

Oi, Euzer!

Adorei a história pela emoção do reencontro e de vidas que ora se cruzam, ora se esquivam, mas o sentimento sempre fica. Histórias de amor são sempre histórias de amor, independente da orientação sexual das pessoas. É uma história muito bonita mesmo, daria uma excelente matéria para o Fantástico, viu!


Abraço,

=]
--------------------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Marcelo 24 de out de 2008 18:08:00  

Cara, isso é roteiro de novela mesmo. A vida deles não é uma existência é uma sinopse. Com trilha sonoro e produção em película viraria série da HBO... muito legal.

Viviane Righi 24 de out de 2008 21:21:00  

Nossa, estou chocada com essa história que você contou. Uma, porque é surpreendente, outra, porque sou a maior melosa e adoro histórias de amor. Dei até um longo suspiro agora...

Mas e aí? Eles se encontraram, conversaram e resolveram ficar juntos novamente ou cada um foi viver sua "nova" vida? Agora quero saber mais detalhes... conta, vai???

Valéria Cristina 24 de out de 2008 21:26:00  

Como digo sempre, a vida dá voltas. Pela dor ou através do amor, uma hora nos re-encontramos. Arestas, farpas, encaixes, laços e desenlaces, soluções, aceitações... O que for, a vida acaba nos mostrando que não adianta bater de frente, tentar evitar o inevitável, pois ela dá voltas!

Dener 24 de out de 2008 21:28:00  

poh..
história cabulosa em..
móh emoção...pah..
legal fera..

abraço.

NerdMan! 24 de out de 2008 22:09:00  

nossa, que história, muito bom texto ^^ parabens, legal ^^

Zero 24 de out de 2008 22:14:00  

Pois é, e existe melhor roterista do que Deus?!
histórias assim alimentam a esperança do amor verdadeiroo...

lindo!

forte abraço!

santi.dx 24 de out de 2008 22:56:00  

Que historia legal msm melhor que as novelas da globo hehehehe parabens cara

http://rangervermelho.blogspot.com/

Moniquetudybom 25 de out de 2008 12:11:00  

coisas loucas acontecem e a prova disso é o meu nascimento,hehe

Veiga 25 de out de 2008 12:44:00  

com certeza dá uma novela...

^^

www.trocistas.com

Marco Antonio 25 de out de 2008 21:34:00  

Essa eu tive o prazer de ler antes e... continua me impressionando.

Débora 25 de out de 2008 22:04:00  

Que loucura essa história! Difícil de acreditar que seja real...
Mas esse mundo é muito louci]o mesmo...rs
um abraço

Nerd 25 de out de 2008 22:13:00  

Muito bom ....^^

Adorei mesmo!

Da uma olhadinha lah:

http://blog-do-vandeco.blogspot.com/

berenice 26 de out de 2008 11:34:00  

Incrível estas coincidências! Pensamos que só acontece em filme, novelas...

Adorei o seu "saiba quem sou' ao estilo The Sims! Hehe! Dá pra fazer um ótimo perfil!

Abraços,
Berenice

Gustavo J. Barreto 26 de out de 2008 11:49:00  

horrivel, não gosto de histórias assim. Isso aconteceu? parabéns pelo blog

Lee 26 de out de 2008 12:03:00  

Eh. A globo poderia mesmo aproveitar essa história.

animes-augusto 26 de out de 2008 21:15:00  

nossa q historia ...

mais uma vez to so parabenizando o blog ...

http://animes-augusto.blogspot.com/

Amandinha 26 de out de 2008 21:53:00  

Sem duvidas dava uma boa historia de novela!

-> primeira vez aki =DD

Crinha Leite 26 de out de 2008 23:25:00  

Tem certeza absoluta que isso não é filme de Hollywood ou novela da Globo???

Fantástico!!!!

Beijocas! *

Lufos 27 de out de 2008 11:25:00  

Boa história, mais não é por preconceito não, mas será que o pai de guilherme estava de tudo errado em ficar magoado com o filho dessa forma? Ser enganado durante sei lah, mais de 20 anos pelo proprio filho naum eh um motivo plausivel para tomar tal aitude? se fosse um filho seu, o que faria? tudo isso eh de se pensar....

Andrea Vaz 27 de out de 2008 11:25:00  

Que história triste e com final feliz. Mas nem todas são assim, né? O preconceito é o mal da humanidade. Um pouco de compreensão não faz mal a ninguém. Sempre bom voltar no seu blog. Aguardo sua visita: http://rascunhosdeandreavaz.blogspot.com/

Lufos 27 de out de 2008 11:26:00  

me faça uma visita ok? atualizei o blog e te add nos favoritos lah

htp://teussinais.blogspot.com

Márcio Ribeiro 27 de out de 2008 11:59:00  

Olá! Venho pra lhe dizer que indiquei este blog ao selo Melhores 2008. Quando poder, vá em meu blog e pegue o selo, é merecido!

www.comideiaseideais.blogspot.com

O SELO ENCONTRA-SE NA POSTAGEM DE 25 DE OUTUBRO.

Lufos 27 de out de 2008 21:26:00  

olá meu amigo....primeiramente responderei os questionamentos que fez em meu blog...

"Se não quer amar, por que não dividir o travesseiro?
Oferecer o corpo para um abraço?
Um beijo de boa noite, entre sorrisos quase inertes no sono?
Assim, a hora de dormir se torna um programa muito envolvente?"

Não discordo de vc que tudo isso que disse eh muito bom na hora de dormir, mas a ideia do post eh q o cara fica tão chateado quando pensa na possibilidade de a amada naum o querer naquela noite que se fosse pra simplesmente deitar e dormir que ela a fisesse sozinha, entende?

Bom, quanto à pergnta q eu deixei aqui e vc me repassou eu achei sacanagem, hehe, pq era pra vc responder, mas no lugar desse pai, naum posso dizer q a atitude q ele tomou foi errada, nem que foi cera, pois talvez até nós fariamos a mesma coisa, claro que sempre rola um arrependimento, mais até vc se acostumar com a ideia leva um certo tempo....agora e vc, o que faria?

Homenzinho de Barba Mal feita 27 de out de 2008 22:23:00  

Realmente, essa história é um ótimo enredo para as npvelas do Manoel Carlos...


Abraços!!!

Lizzie 27 de out de 2008 22:38:00  

Pois é, Euzer...
Algumas pessoas simplesmente não entendem que se ama os SERES, não os SEXOS.
História triste, comovente e... Com um desfecho espero que melhor que seu princípio.

Abraços!

www.lizziepohlmann.com

NerdMan! 27 de out de 2008 23:28:00  

Como eu já comentei, muito bom texto cara ^^

Mariana 28 de out de 2008 01:15:00  

As histórias de Sergio, Euzer e Lulu são sempre um arraso...

Tenho q ficar mto atenta para nao me enrolar com os detalhes...

Histórias assim, embora pareçam novela, tem mais ibope na nossa consciencia...

bjs

Bom blog!! nhááá

Gleh Erika! 28 de out de 2008 15:28:00  

Legal a história ...

Fascinante!

Surpreendente!

Homenzinho de Barba Mal feita 28 de out de 2008 17:51:00  

E aê Euzer, blz?
Apesar de vc já ter o prêmio "Dardos" eu estou te indicando, pois gosto muito do seu blog e acompanho sempre. Passa lá depois.

Abraços!!!

http://hdebarbamalfeita.blogspot.com/

30 e poucos anos. 29 de out de 2008 10:00:00  

O pai botou o cara pra fora e ainda fez com que ele perdesse o emprego ... isso é que é um pai preocupado com o filho heim?

Lucas Conrado 29 de out de 2008 23:23:00  

A história é real mesmo? Realmente, não poderia ser mais surpreendente! Daria uma excelente novela das 8!

Dan Souza 31 de out de 2008 14:08:00  

Inacreditável!!!
Parece mesmo novela da globo...rs rs



Bjooo

Gran Magic Carmesin: Nat Valarini 11 de nov de 2008 09:51:00  

Bom dia Euzer!

Nossa, eu confesso que fiquei boquiaberta com toda essa reviravolta.

É impressionante como os fatos da vida conseguem distanciar, mas também reaproximar as pessoas.

Bjoks!

http://garotapendurada.blogspot.com/

  © Blogger template Skyblue by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP