Banner: Marco Antonio ///// Produção de Layout: Mariana Nunes

DINHEIRO: SOLUÇÃO OU MALDIÇÃO?

>> domingo, 19 de outubro de 2008

Situação 1 – Novela “A Favorita”
Flora e Donatella formam uma dupla sertaneja. Flora é casada com Dódi e Donatella com Marcelo. Flora tem um caso com Marcelo e desse caso nasce Lara. Marcelo é assassinado e Flora, acusada, cumpre 18 anos de prisão. Ao voltar, insiste que foi condenada injustamente. Donatella, neste período, casou-se com Dódi, ex marido de Flora, criou Lara como se fosse sua filha e possui uma fortuna de 22 milhões de dólares.
O pai de Flora não gosta da filha e tem por Donatella um carinho paternal ao extremo.
Veredicto do público: Flora é inocente e Donatella é uma perua louca dissimulada e assassina.
A verdade: Flora é a assassina e Donatella sempre disse a verdade sobre sua inocência.

Situação 2 – Eleições
Segundo turno, dois candidatos.
O primeiro, na declaração, diz ter um patrimônio de mais de 10 milhões de reais. Tem experiência em gestão e direção de grandes empresas
O segundo, mesmo sendo de família muito rica, declarou apenas 30 mil reais em bens pessoais. Tem apenas experiência em cargos eletivos.
Veredicto do público: “Não voto no primeiro porque ele é rico, ele não é honesto”
A verdade? Os próximos quatro anos é que irão dizer.

Eu fico com algumas perguntas:
É errado uma pessoa ter dinheiro?
É condenável alguém ralar a vida inteira, economizar, gastar com algum critério e chegar lá na frente com um bom patrimônio?
Quer dizer que se você economiza o ano inteiro e resolve viajar para o Nordeste, isso será motivo de críticas e julgamentos eternos?
Se seu pai trocar de carro, as pessoas na rua vão mudar de calçada toda vez que ele passar?
O que você pensa disso?

61 bedelhos!:

Kaah 19 de out de 2008 22:02:00  

teem gente que diz que dinheiro não presta e isso e aquilo..
mas não vive sem = faato.
é boom porque hoje em dia pra tudo que você quer você precisa de dinheiro pra comprar ou pra fazer. e é ruuim, porque teem pessoas com mais que os outros, e os que tem menos querem ter mais e os que tem maais querem ter mais e mais (:

Por Ricardo Cazarino 19 de out de 2008 22:22:00  

Olá! Não acho condenável não....pelo contrário...é admirável trabalho a vida toda e juntar a grana...O problema, como no caso citado - dos políticos - é a origem do dinheiro. Como sabemos, em nossa terra, a classe político é uma "sacanagem", um jogo de interesses e de grana...

Viviane Righi 19 de out de 2008 22:31:00  

Eu penso que as pessoas se intrometem demais na vida dos outros e acabam se esquecendo de cuidar das suas próprias vidas.

Não vejo mal algum no fato da pessoa ter dinheiro e gastá-lo como quiser, desde que ele tenha sido ganho de forma lícita.

Penso também que, aqueles que estão muito bem financeiramente deveriam ajudar em alguma causa social, por exemplo. Sempre achei muito injusto algumas pessoas terem muito e outras, nada, mesmo ralando a vida inteira. Será que um dia isso ainda vai mudar?

Os altíssimos salários de nossos governantes são uma afronta à miséria de muitos, você nao acha?

Alexandre Silva 19 de out de 2008 22:36:00  

Cara, já escrevi um texto sobre isso na faculdade. No Brasil rola uma hipocrisia descarada de que quem é rico é desonesto ou ladrão. E ao mesmo tempo tem uma ganância monstro pra se conseguir dinheiro. Paisinho nosso é ótimo.
O estereótipo de q todo rico é mau e infeliz e todo pobre é bonzinho e feliz é foda...
Nas eleições de BH rola isso. Um candidato é mensaleiro e paga de "pobre", o outro é deputado, só q o pai dele tb foi a vida toda e por isso julgam-o como "filhinho de papai".

PS: Nem sabia q o blog tinha voltado a ativa, rsrs...vou volar mais por aqui
Abraço
http://falandoprasparedes.blogspot.com/

Michel Domenech 19 de out de 2008 22:37:00  

Outro tema muito bom e bem abordado.
Acredito que não seja condenável pelo fato da pessoa ter se esforçado para obter o dinheiro, porém não entendo a avareza, onde as pessoas economizam enormes quantias e não gastam praticamente nada.

18 19 de out de 2008 23:02:00  

eu acho que com o dinheiro voce constroi uma vida melhor, mais não se controi caracter

Paulão Fardadão Cheio de Bala 19 de out de 2008 23:18:00  

Dinheiro é bonito.

grupo gauche 19 de out de 2008 23:21:00  

muita gente pensa em só ter o suficiente, por exemplo se tem um filho doente e não pode levar ao médico e tem q suportar situações q não aconteceriam se tivesse dinheiro. qdo começa a virar ambição como é o caso da novela ou como candidatos que não tinham nada antes das eleições e hj a gente ve q tem um patrimonio q jamais teriam se trabalhasse como qq ser "normal" então ae vc ve o "resultado" disso...

Pedriculo 19 de out de 2008 23:29:00  

precisamos dele babe, infelismente.

reflita.
:)

Bruna Cabral 19 de out de 2008 23:48:00  

Oooi. Concordo com o que disse... Agora: Solução ou maldição?
Depende MUITO dos casos!

Um beijo..

www.oquevocequerserquandocrescer.blogspot.com

Fernanda Fernandes Fontes 20 de out de 2008 00:00:00  

Dinheiro, desde que ganho de maneira honesta, é louvável! Quem não deseja ter um certo conforto, boa educação, saúde e entretenimento de qualidade? Todos queremos! E somente o dinheiro compra estas coisas. Por isto faço valer meu estudo, meu trabalho. Para conseguir ter uma vida melhor...não é fácil...mas tb não é impossível!

Que todos tenham ao menos uma chance para correr atrás dele. E que a percebam e o conquistem!

Bjus!

Samires França 20 de out de 2008 00:19:00  

Tema difícil de debater.
Mas, acredito que dinheiro adquirido com honestidade ajuda a viver. O que não vale é querer se apoder dos bens alheios, aí já é sacanagem. e eu repudio.
Só acho também, que o dinheiro não pode subir a cabeça, pois existem situações e momentos da vida...que como diz a propaganda.."o dinheiro não paga".
abraço !

Mariana 20 de out de 2008 00:42:00  

dinheiro suficiente é solução...

demais é maldição...

qnto mais se tem mais se quer...
e menos de pensa nos outros...

bjs

Francisco Jamess 20 de out de 2008 01:00:00  

eu não acho que dinheiro ganho honestamente seja ruim.
mas é notável que quando alguém passa a ter mais dinheiro começa a ser visto com outros olhos.
eu estou no curso de história e as pessoas tentam a todo custo esconder que seus pais têm dinheiro e que eles estão ali às custas desse dinheiro. conhecem os ideais de comunismo, e passam a andar como hippies para não passarem por "classe média".
têm vergonha do dinheiro, não muito sincera eu diria, mas têm. quem tem dinheiro é malquisto pelos outros.

(eu sou vagabundo, bolsista, e não ligo muito pro vil metal, embora as vezes faça falta)

Joyce 20 de out de 2008 02:07:00  

Não acho errado a pessoa ter dinheiro, desde que esse dinheiro não seja resultado de ações ilícitas, é claro! Se o dinheiro for resultado do trabalho honesto, em muitos casos de anos e anos de trabalho, na verdade, é ridículo achar que é errado. Quem não quer ter conforto, ter saúde, segurança, educação, transporte de qualidade? Isso atualmente é conseguido com dinheiro, afinal, depender da saúde pública, por exemplo, muitas vezes é sinônimo de mais sofrimento, mais dor, mais fila, mais aborrecimentos... Acho muito hipócrita achar que todos que tem dinheiro são pessoas ruins, quem disse isso? Aliás, de onde surgiu essa idéia, alguém sabe? Talvez tenha nascido a partir da inveja de alguém que não tem dinheiro, sei lá, será que exagerei? Eu não tenho dinheiro, estou desempregada e ainda dependo da minha mãe, mas, é claro que sonho com o dia em que possa ser completamente independente e muito bem realizada profissional e financeiramente, afinal, quem não sonha com sua casa própria, sua casa bem equipada, poder pagar quando precisar de atendimento médico, e muitas outras coisas que o dinheiro pode comprar sim. É claro que o dinheiro não compra tudo e que não se pode perder os valores por causa dele, mas, que ele pode ajudar bastante a viver melhor, isso ele pode sim.

Agora, quanto a novela, achei que a Flora era a assassina, mesmo indo contra as opiniões aqui de casa, não sei explicar bem pq, mas quem sabe com isso as pessoas enxerguem que caráter e ética são coisas que independem de dinheiro, né?!

Abração enorme, querido!!!

JDS 20 de out de 2008 09:29:00  

Gostei das situações que vc usou como exemplo.Creio que o dinheiro seja ,ao mesmo tempo, maldição e solução.Tudo depende da forma como vc o utiliza.

Marcos 20 de out de 2008 09:56:00  

na verdade é aquela coisa...quanto mais se te mais se quer...e não tem jeito é impossivel viver sem dinheiro...

Jornalista Azarado 20 de out de 2008 12:54:00  

Olha, acho que o dinheiro acaba com muitas pessoas, mas sei que é necessário hoje em dia. Não acho que seja mau ter dinheiro não. Principalmente como vc questionou no último parágrafo. Basta que as pessoas não se deixem vender. Tem um ditado que eu acho excelente:

"O dinheiro é um excelente empregado, mas um péssimo patrão".

Concorda?

Marcelo 20 de out de 2008 14:04:00  

Mas isso Euzer é fruto de uma tradição católica que condena o lucro e a acumulação de riqueza (obviamente que não fosse a dela). Criou-se um sistema em que entre o empresário rico e o pobre infeliz sempre há um culpado malvado definido: o empresário rico. Isso tudo a despeito da inconstitucionalidade da culpa presumida.
Afinal, como já dizem as palavras sagradas (argh!): bem aventurados os pobres em espírito pois deles será o reino dos céus.

É isso aí... impregnou na nossa cultura. Agora, para tirar, é foda!

Flavitcho 20 de out de 2008 21:19:00  

Eu sempre acreditei em Donatella.
Bom, dinheiro não faz mal, inclusive acho ótimo.
E eu pretendo super trabalhar pra ter um futuro legal. Pode não ser nadando em dinheiro, mas que não seja reclamando da vida por causa disso. Se for nadando, ótimo.

:D

:***

blog 20 de out de 2008 21:24:00  

O Judaísmo Cristão é o grande responsável por esse ódio dos pobres em relação aos abastados. A idéia de que é necessário sofrer para alcançar a elevação é ideologia cristã, que nos faz acreditar que os ricos são sempre opressores. Papo furado.

Ser rico deve ser bom. Ainda hoje li na traseira de um carro: "Deus Cuida de Mim!" Os pobres acham que Deus está ao lado deles; os ricos têm certeza.

João Henrique 20 de out de 2008 21:37:00  

Cara legal seu texto
E ate sei onde são esse caso da eleições que vc citou

Chimia Man 20 de out de 2008 22:04:00  

Ótimo debate!

Acredito que dinheiro é muito bom , e necessário!
O que não podemos é ser escravos dele, senão nos tornaremos gananciosos ao extremo e tudo passa a ser mais importante , aí é problema!
Mas sem dinheiro , o que fazemos?!


Parabéns pelo ótimo blog!

Alan White 20 de out de 2008 22:33:00  

Pra mim dinheiro e sinal de desgraça, a causa de tudos esses acidentes de hoje e o dinheiro.

Parabéns pelo blog.

30 e poucos anos. 20 de out de 2008 23:01:00  

A ostentação sempre foi condenada pela igreja pois era sinal de que o dízimo não estava sendo pago ou que podia-se pagar mais.
Eu acho que se vc ralou e fez por merecer e depois de muito suor o vizinho mudar de calçada pq vc está de carro novo e usando uma polo Sérgio K, torça pra ele escorregar no presentinho que seu Golden retriever deixou na calçada.

Imperador Agellus Orochi Colossus Regis Mach V 20 de out de 2008 23:11:00  

Ter dinheiro não é errado. Errado podem ser os meios como vc o consegue, ou a maneira como vc o usa.

passa no blog da minha equipe:

http://alguemvaimeouvir.wordpress.com/
(favor não reparar nos erros grotescos dos meu parceiros analfabetos).

Dário Souza 20 de out de 2008 23:11:00  

Cara isso me lembra ano passado quando o apresentador luciano hulk foi assaltado e levaram seu rolex e em uma entrevista ele mostrou toda indignação e varios leitores mandaram e-mails para reclamar da atitude de hulk,ou seja rico nesse país não pode reclamar,tem que viver sendo assaltado axando tudo otimo.

Diego 20 de out de 2008 23:16:00  

dinheiro realmente não dá felicidade!!!
só manda buscar. xD

fernando 21 de out de 2008 00:17:00  

Cara, eu fiz um comente um tanto complexo aqui mais infelizmente não saiu. Bom, resumindo, primeiramente queria parabenizar pelo blog, e minha opinião é que depende de cada caso, pois quando se tem dinheiro e sabe como e o porque aplica-lo ou gastá-lo em algo ele pode ser muito útil, agora, quando não se tem o dominio sobre ele e ele acaba sendo o SEU PATRÃO, as coisas podem não ser muito boas....abraço

30 e poucos anos. 21 de out de 2008 00:38:00  

Acho que não consegui me expressar direito ... alem da pitada de sarcasmo no meu comentário eu não falei nada sobre uma pessoa específica.
Sou radicalmente contra pré-julgar alguem por roupas, carros, declarações de IR, qtas línguas fala ou se é solteiro com 48 anos.
Fui nele no primeiro e vou no segundo ... !!!

fernando 21 de out de 2008 01:48:00  

Como já meti o bedelho nesse post, passei soh pra dizer que atualizei meu blog, quando poder volte lá oks? abraço

fernando

http://teussinais.blogspot.com

Márcio Ribeiro 21 de out de 2008 09:36:00  

O dinheiro traz a inveja junto, por isso, quando você consegue trocar de carro, ou comprar uma casa na praia, passa até a ser mal visto por alguns.

abraço,
http://comideiaseideais.blogspot.com

Wander Veroni 21 de out de 2008 10:47:00  

Oi, Euzer!

Creio que as pessoas não podem ter medo de ter dinheiro e gastá-lo como quiser. Além disso, pessoas que se preocupam d+ com os outros, ao ponto de desmerecer os feitos, não merecem consideração, pois só mostra um caráter invejoso.

Eu entendi a compração que fez. Mas não aguento em comentar....hehehe...sou noveleiro...rs.

Ah, qto a sinopse da novela "A Fovorita". Ainda acho que o João Manuel Carneiro, excelente roteirista que é, ainda vai dar uma virada interessante nesse caso Flora E Donatella. A trama, nessa parte, é muito inteligente e bem amarrada. Me surpreendeu muito.

Abraço,

=]
-----------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Wander Veroni 21 de out de 2008 10:47:00  
Este comentário foi removido pelo autor.
luizichxos downloads 21 de out de 2008 21:28:00  

legal, pra mim é solução !
bom blog!
parabens

nalinhadefundo 21 de out de 2008 22:09:00  

em primeiro lugar belo post, agora comentando o post, enfim tem gente que diz que dinheiro nao traz felicidade ou nao compra tudo, enfim esta certo quem diz isso, pois dinheiro nao compra amigos e nem sua saude, mas por outro lado o dinheiro te da um conforto que voce rala o ano inteiro trabalhando para viajar, ou até mesmo para comprar um imóvel ou um carro, enfim dinheiro nao é tudo mais eh preciso ter.

belo post
vlw abraços

Markinhos Wylde Hammett 21 de out de 2008 22:15:00  

de mais e maldiçao mais numa quantica consideravel ela vai ser a soluçaoo

imagine no caso de ficar doente??

planoo de saude naoo e tao barato!!!!!
kkkk


mais pra nois irmos para frente temos que parar de ser manipulado pelas emissoras de Tv
E TEMOS QUE DAR FIM NO CAPITALISMO

e iniciarmos o Socialismoo!!!

esse e meu pontoo de vista


aee se puder

http://sorockeiros.blogspot.com/

ana lucia nicolau 21 de out de 2008 22:35:00  

nã vejo nada de errado a pessoa ter dinheiro conseguido honestamente através de seu atrabalho e todo conforto decorrente disso.
Aliás, acho que as relações humanas seriam bem diferentes se todas as pessoas fossem realizadas e tivessem acesso fácil às suas necessidades básicas através desse dinheiro suado e bem vindo!
PS: Euzer, sabia que você não ia ficar muito tempo longe desse gostosl prazer de escrever no seu blog e comentar nos outros

Renata 21 de out de 2008 23:04:00  

A resposta parece simples, mas pode não ser...


Tudo depende da origem desse teu dinheiro.

Parabéns pelo blog, fiquei encantada com a foto da patinha do cachorro... eu amo animais!


http://parei1minuto.blogspot.com/

Karla Hack 21 de out de 2008 23:41:00  

Ter dinheiro não significa que a pessoa é desonesta! Esta é uma lógica totalmente falha no meu ver... A pessoa tem 10000 de modos para conquistar o dinheiro, de modo algum deveria ser sinônimo de malandragem ou corrupção.
A verdade é que existe algumas, muitas, pessoas que mudam por possuirem dinheiro ou pelo fato de outros possuírem..
Na situação do carro que vc citou, se alguém compra um carro na minha cidade, como não é muito grande, td mundo fica sabendo e foofocando a respeito...
Eu não sou muito ligada ao dinheiro em si.. gosto de ter ele.. mas não vivo por ele...
A verdade é que muitos precisam parar e rever "quem é o donm=o de quem!"

;D

bjus

Suellen Pereira Rodrigues 21 de out de 2008 23:47:00  

Dinheiro é antônimo de honestidade. O que nem sempre é verdade, as pessoas julgam de mais e não procuram saber a verdade. é tenso :/
O fato é que o dinheiro é a desgraça da humanidade, pessoas lutam, brigam, se matam por causa disso, mas será que vale tudo?


Um abraço!
http://suellenpereira.blogspot.com/

Lufos 22 de out de 2008 01:36:00  

Olha eu aqui outra vez...vim ver atualização mais jah que naum tem aproveito pra pedir a vc que me visite novamente....Tenho mais um post atualizado lah....Sucesso!

Fernando

http://teussinais.blogspot.com

carla m. 22 de out de 2008 13:13:00  

Em geral eu gosto das pessoas simples. A princípio, pode parecer que eu quis dizer que não gosto de quem tem grana. Falso.
Não me importa se o cara tem um patrimônio de 30 milhões ou 30 centavos, me importa se isso vai transformá-lo num esnobe chato ou numa pessoa que valoriza cada coisa que conhece.

O necessário é o caráter. E isso não tem nada com grana, mas com atitude, concepção de mundo. Que pode ter algo com a grana ou não.

Mas quem sou eu pra julgar os julgamentos alheios?! Sou dona da minha consciência.

Abraço,

Dan Souza 22 de out de 2008 14:15:00  

Nunca tinha pensado nisso por esse lado, mas é verdade!
Quando a gent pensa numa pessoa que ficou rico, vem logo o pensamento de desvio de dinheiro...rs
nunca s acha que a pessoa trabalhou pra conseguir...



Bjoo

PequenAprendiz 22 de out de 2008 16:32:00  

Hum... Não acho que o R$ seja o problema, mas sim em como as pessoas agem quanto o possuem.
Aí entra a questão educação, caráter.

Tem um meme pra ti no blog, se quiser, claro.

bjos

Marcus Vinicius 22 de out de 2008 20:54:00  

RETRIBUINDO A VISITA!
um abraço!

Márcio Ribeiro 23 de out de 2008 21:31:00  

Dinheiro traz inveja, você perde amigos (os invejosos é claro) e ganha outros ( os interesseiros)mas é assim mesmo.

O importante é o caráter, mas é claro, um dinheirinho pra estudar, morar bem e andar em um carro legal, não dispenso. rsrs

www.comideiaseideais.blogspot.com

Mayna 23 de out de 2008 22:01:00  

Dinheiro é a causa de muitas desgraças que vemos hoje em dia. Pessoas matam por dinheiro, dormem com outras por dinheiro, vendem seus filhos...
Dinheiro é um perigo na mão de que não sabe usufruir dele, e não consegue controlar o poder que ele pode trazer.
Ah...Quanto tempo não passava por aqui... Já estava com saudade de seus posts...

Bjs!


http://maynabuco.blogspot.com

Kacau 23 de out de 2008 22:09:00  

Ola, estou procurando outros blogs para postar que não os mesmos por isso vim lhe fazer uma visita, sobre o post, acho que dinheiro não traz felicidade a ninguém mas vc sofre com conforto, é muito fácil julgar, mas quando vc é julgado sobe nas tamancas, então cada um viva sua vida com ou sem dinheiro.

http://messnatural.blogspot.com/

jcdigital 23 de out de 2008 22:29:00  

atualizar o blog hein !

;)

ter dinheiro não é tudo, mas é boa coisa, hehe.

http://jcdigital.blogspot.com

santi.dx 23 de out de 2008 22:39:00  

O dinheiro não traz a felicidade só, mais pode comprar ela hahahahah legal seu blog parabens

http://rangervermelho.blogspot.com/

Publisher Girl 23 de out de 2008 22:50:00  

Solução ou maldição? Acho que isso depende do caráter da pessoa. Dinheiro não faz nada sozinho. Agora, quem o tem deve saber se prevenir dos perigos de todas as ordens, afinal de contas, existe maldição. =D

Publisher Girl 23 de out de 2008 22:50:00  

Solução ou maldição? Acho que isso depende do caráter da pessoa. Dinheiro não faz nada sozinho. Agora, quem o tem deve saber se prevenir dos perigos de todas as ordens, afinal de contas, existe maldição. =D

Gleh Erika! 23 de out de 2008 23:03:00  

Pois é, dinheiro deve ser um meio, e não um luxo, como muitos acreditam ser!

Marco Antonio 25 de out de 2008 21:37:00  

É essa visão preconceituosa, mesquinha e superficial do mundo que faz as pessoas pensarem tão pequeno.
Excelentes colocações, Euzer.

Rafael Carvalhêdo 25 de out de 2008 22:37:00  

Euzer,

por um lado me parece preconceito, mas por outro penso que essa pessoa poderia ajudar mais outras. Mas aí fica a pergunta, será que essa pessoa não ajuda? É sempre inadequado julgar alguém por ter dinheiro, a não ser que tu saiba a índole da pessoa e a origem do dinheiro.

Karla Hack 26 de out de 2008 22:10:00  

Tem um selo lá no meu blog para vc... caso vc queira, dá uma passadinha lá!

;P

bjus

Nerd 29 de out de 2008 01:21:00  

otimo blog ^^

luiz scalercio 4 de nov de 2008 23:49:00  

cara dinheiro e bm demais .

Moniquetudybom 11 de nov de 2008 22:35:00  

Maçdição é a coisa certa com a pessoa errada!

Aproveitando e retribuindo a visitinha que fez no meu blog. Se puder voltar temos novidades ( um último poema.)

Anônimo 20 de jan de 2010 12:30:00  

Amiable brief and this enter helped me alot in my college assignement. Gratefulness you on your information.

  © Blogger template Skyblue by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP