Banner: Marco Antonio ///// Produção de Layout: Mariana Nunes

A PRIMEIRA VEZ (em São Paulo) A GENTE NUNCA "ESQUECE"

>> domingo, 8 de março de 2009

SE FOR PRA ESCREVER "BOM O BLOG", NEM PRECISA LER. VOLTE DAQUI. DISPENSO COMENTÁRIOS DESSE TIPO.


Neste sábado, 07 de março, tive minha primeira noite paulistana. Outro cenário, outras baladas, outros rostos e, o mais importante, nenhum deles familiar.
Fui aqui perto mesmo. Meia hora de carro (com trânsito) e cheguei. Vermont. Um local que mistura bar, restaurante, danceteria e paquera rolando solta. Muito aconchegante e CARO. Mas, aconchegante. Não por acaso, meu preferido de São Paulo (dentre os poucos que, por enquanto, conheço).
Cheguei e já tive alguns pares de olhos em minha direção. Carne nova no pedaço. Peguei minha Schweppes Citrus e fui circular por todos os espaços. Noite quente em São Paulo, dei um tempo no espaço ao ar livre. A banda (não sei qual, mas muito boa, rolando o som das baladas, só que ao vivo) parou e a pista no pavimento superior começou a pegar fogo. Subi. Foi quando nossos olhares se cruzaram pela primeira vez.
Na pista apertada, eu fico no bar, enquanto vejo que vem se aproximando, também movido pela “onda” que empurra as pessoas para outros lugares.
Saiu de onde estava para pegar uma bebida. Eu, estático no bar, acompanho seu movimento e noto que sou percebido, como se quisesse marcar onde eu estava para voltar mais tarde.
E voltou com uma garrafa de água na mão e fica perto de mim, junto ao bar.
E na onda que muda corpos de lugar, os nossos foram se aproximando. Milímetro a milímetro, até que as mãos se tocam. Os olhares voltam a se encontrar. O beijo acontece de forma rápida, quente, voluptuosa.

“Cause you´re hot then you´re cold, Yes then you´re no. In then you´re out. Up then you´re down...”

Bocas que não se soltam. Línguas que se descobrem. Braços e abraços apertados. Mãos juntas, dedos entrelaçados. Temperatura sobe. Corpos inflamam com o contato mais próximo.

“You´ll never see me again... So now who´s gonna cry for you? You´ll never see me again... No matter what you do...”

Nem uma ida minha ao banheiro diminuiu o desejo de sentir aquela boca na minha e aquele corpo gostoso junto ao meu. Nem mesmo cogitar ficar sem os abraços envolventes. Voltei rapidamente. E eles estavam todos ali. Foi a primeira vez, depois do primeiro beijo, que pude apreciar seu sorriso.

“Can you feel it? Can you feel it? The sound, the sound of my heart...”

Nessas horas, nossos beijos tomavam a dimensão do erotismo. Vários olhares em nossa direção. Sua mão, maliciosamente, procura minha calça jeans. Com meus pés, separo um pouco suas pernas e entre elas me encaixo. Sem parar de beijar. Viro seu corpo e sinto meu peito em suas costas. Encaixo meu corpo todo no seu.

“I drove all night to get to you... is that alright? I drove all night crept in your room”

Pagamos, saímos, ofereci carona. Fomos de mãos dadas, fazendo carinhos durante todo o trajeto. Em frente ao destino, mais beijos, celulares trocados. Saí. 500 metros depois, meu celular toca. Reconheço o número que acabava de pegar. Atendo.
- Alô?
- Oi, tudo bem?
- Tudo. Só esqueci de perguntar uma coisa.
- Eu sei, eu também esqueci.
- Então... me diga seu nome?

43 bedelhos!:

Danilo Moreira 8 de mar de 2009 22:52:00  

Eh rapaz, começou bem aqui em SP.

Ja ouvi falar do Vermont, só ainda nao o conheço por falta de "tempo"...rs

Abçs!!! Já estava com saudades das suas postagens.

Abçs!!!!

http://blogpontotres.blogspot.com/

douglasfert 9 de mar de 2009 13:11:00  

Sampa é sem comentários, não?

Sempre estive por lá, mas para curtir a noite ainda foi uma vez só, a segunda pretendo que seja Abril.

Existe algo de mágico e encantador na tamanha diversidade desta GIGANTE.


***
Deixei um selo para ti no meu Blog. Da uma passada no meu Blog http://proudbrasil.blogspot.com/ e resgate-o.

Abrssss

Marco Antonio 9 de mar de 2009 14:18:00  

É, Euzer. Estreou com o pé direito... Ou com a perna direita? Ou...

Deixa pra lá!


Haha


Bom o blog, bom o post... bom te ver de novo por aqui!

Fernanda Fernandes Fontes 9 de mar de 2009 17:26:00  

Que ótimo Euzer!

Vida nova, casa nova, trabalho novo e, quem sabe, um novo amor! Que ótimo! Fico feliz por você estar se saindo bem nesta São Paulo louca! Aproveite, divirta-se!

Bjs

Flavitcho 9 de mar de 2009 17:36:00  

Gente,
é tão bom quando acontece algo assim..
tão... tão 'hot'. :p

Arrasou. ahaha.. ;)

KGeo 9 de mar de 2009 17:56:00  

começou muito bem já foi beijando

Anônimo 9 de mar de 2009 18:05:00  

Véio é em Sampa que tudo acontece, essa cidade é maluca, trabalhei dois ano lá e vivi experiências loucas lá, essa cidade nunca para é imprecionante, no primeiro dia peguei um frio de rachar.

BLOGdoRUBINHO
|||
www.blogdorubinho.cjb.net

Luan A. Miolo 9 de mar de 2009 18:08:00  

Isso eh verdade ou ficção ?

Se for verdade... ki romântico *-*

E se vcs ficarem mais vezes posta aki pra conta pra nós huhuhu

Inforblog 9 de mar de 2009 18:42:00  
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Du Santana 9 de mar de 2009 18:58:00  

Ah, S. Paulo!
que fulgaz a tua humanidade noturna, é tudo desejo!

cara nunca tive em sampa, aliás nunca sai de minha cidade, e se não fossem os livros eu seria como um peixe num aquário...

grupo gauche 9 de mar de 2009 20:03:00  

uiaaa, po isso me lembrou que estarei em Sampa lá por outubro!! será que verei algo parecido? hááá

Por Ricardo Cazarino 9 de mar de 2009 21:29:00  

Olá! Bom lhe ver de volta ao blog e melhor ainda que está nessa terra de loucos! Depois de ler esse post - como lhe disse: "bem vindo definitivamente a sp" . Vc vai ver que os olhares valem mais ou menos do que uma palavras nesse mar de pessoas...aqui NADA para...dia...noite...NADA...por isso sempre é bom pegar ou NÃO o número do cel...rs
Abs

Fernando Guerrero 9 de mar de 2009 21:40:00  

concordo meu caro, sem mulher não tem por q viver. eita porra

Rehtse Arbacam 9 de mar de 2009 21:54:00  

Eu ainda não fui a São Paulo..
Mas quando for e se for desse jeito..
espero pedir o nome XD
hiehe

fodástico seu blog ^^

Dário Souza 9 de mar de 2009 22:16:00  

Que saudade passar por aqui, seus textos sempre deliciosos de ler, incrivelmente divertidos.=D

Felipe Carlos 9 de mar de 2009 22:46:00  

bacaaanaa..

daqui umas semanas irei pra sampa tmb.. conhecer os lugares, assistir shows e tudos mais. :)

é bem legal qndo se vai a lugares onde se encontra pessoas de varios lugares, de vibes diferentes e estilos distintos, massa mesmo!

parabens pelo blog cara! ;)

Luan A. Miolo 10 de mar de 2009 12:10:00  

(a respeito da Hora do Planeta)

tah tdo bem, vc tm razaum, ms isso vai servir como um manifesto tb, fazendo as pessoas refletirem! E pelo menos tah se tentando uma mobilização o q naum dá eh fica parado !

abrazz .

Cris Animal 10 de mar de 2009 13:02:00  

comentando aquqi e ali, achei um comentário seu e fiquei curiosa. Não deu outra. A descrição de sua pessoa e a recepção(rsrsrsr) para a entrada por aqui, valeram ler o último post e com certeza, assim que tiver mais tempo, lerei os outros.

Realmente, Sampa é uma cidade louca, insana, linda, apaixonante, possível e impossível. A cidade que não pára( opsssssss para....rsrsrs) pq já não pode mais dormir. Nessas, gente se encontra, se atrai, se beija, se provoca e depois lembra: esqueci de perguntar o nome......rs
Faz sentido sendo em Sampa.
Por aqui, as coisas acontecem com ou sem sentido!
Bem vindo a Terra do Sempre!
beijo pra vc.....boa mudança!
.............Cris Animal

Gay Alpha 10 de mar de 2009 16:17:00  

Bom o blog!!!

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!!!

Menino do céu... me deu inveja power de ti agora... e dele tb... esse lance de encaixei meu corpo nas costas dele... tb queroooooooooooooo!!! Hahahahaha!!!

Na minha última visita a SP conheci o Vermont... adorei... tanto que fui duas noites seguidas... excelente ambiente e público selecionado... adoro!!! Tem coisas que o dinheiro paga e compensam... hehehe!!! Abraços!!!!

Alex&Elisa 10 de mar de 2009 17:28:00  

Unhum...minha primeira vez em Sampa não foi tão divertida...meu barato era o playcenter...hahaha

Abraços do Alex

Groo 10 de mar de 2009 18:48:00  

"Vermont" não é do meu tempo. Faz tempo que não vou à terra natal! Ô saudades...!

E o fim de noite quase perfeito...rssss...afinal, o nome, o celular constituem um bom caminho para futuros reencontros. Vermont novamente?

Wander Veroni 10 de mar de 2009 19:58:00  

Oi, Euzer!

Como é bom ler de volta os seus textos, viu. Começou bem na balada...hehehe...já ouvi falar que a noite de SP é muito boa. O mais bacana é que seu texto prende, acaba que o leitor entra na história, imagina a cena e viaja. Parabéns, viu!

Abraço,

=]

-------------------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Mariana 10 de mar de 2009 20:04:00  

Todos os comentarios já foram feitos no ambiente privado, chamado MSN.

No mais, BOM BLOG!!!!!!!!!!!!!!!!

hahahahaha

Adoro-te!

Saudades de te ler...

11 de mar de 2009 10:43:00  

Conheço Sampa de dia e gosto muito
Acho que vou gostar da noite tb!!!
rsrsrs
Belo começo o seu!!!
Bjs

[ rod ] 11 de mar de 2009 10:57:00  

É meu caro a estréia foi com os pés direitos.r.s.ss.s

Sorte aqui na cidade minha emprestada.

Abçs,







Novo Dogma:
reiNo...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

sparkster 11 de mar de 2009 17:05:00  

eita.... ainda nao fui ao vermount, sempre escolhem outra balada... coisas típicas desse mundo n perguntar o nome...
abraço do interior ursim !

Kyone 11 de mar de 2009 17:47:00  

é...
não sei como é isso, não entendo como as pessoas podem se deixar levar ou sentir prazer de uma maneira assim... sem nem conhecer um ao outro

TAIS MOREIRA 11 de mar de 2009 18:41:00  

Gostei do post, e gostei do seu blog!
São Paulo tem muitos lugares interessantes, mesmo!^^
Beijos

Avassaladoras Rio 11 de mar de 2009 18:57:00  

Querido amigo avassalador!!!quanto tempo não visitava e metia o bedelho!
Vc sabe que gostamos de suas letras e eloquentes textos... não seremos redundantes!
Minha primeira vez em Sampa, fiz questão absoluta de esquecer, bem ao contrario da sua historia... a minha foi tão cinzenta quanto o ceu de São Paulo...

Lucas Conrado 12 de mar de 2009 17:25:00  

Caramba! Sensacional e atualíssima postagem! Quantos relacionamentos começam, mesmo entre pessoas que nem sabem seus nomes!
Sendo real ou não a postagem, que sejam felizes!
E aproveite a vida em São Paulo!

http://lucasconrado.blogspot.com/

Pedro Amaral 12 de mar de 2009 19:37:00  
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Gay Alpha 13 de mar de 2009 11:43:00  

Valeu pela dica, caro amigo!!! Excelente final de semana pra vc, queridão!! Abraços!!

Lolita 15 de mar de 2009 13:02:00  

Típica noite paulistana MESMO. askoeakoaekoaekaoeae

Mas, pra quem já é há tempos paulista, já nem liga de volta mais pra perguntar o nome! aksokeaokaeoao

beijos querido, seus textos descritivos são perfeitos.

Wandinha 15 de mar de 2009 13:39:00  

São Paulo...Você tem certeza que não acrescentou nada à realidade?
$_$
kkkkk
Tenho muita vontade de conhecer São Paulo.

Wagner Lopes 19 de mar de 2009 19:22:00  

Oi
Estou sorteando 5 trabalhos meus.
Depois da uma olhada lá no meu blog
Abraços

Dany Ziroldo 21 de mar de 2009 11:42:00  

Amor de uma noite... ou será que durou mais?

Muito bem descrita a cena...

Tenha um ótimo final de semana!

Bjs!

Dany

angela 21 de mar de 2009 11:50:00  

nem me fale em epurra empurra q me lembrod domingo apokspoakspoaks sensacional..
enfim...é raro ver conteudos "romanticos" em blogs masculinos..
gostei..
a história é meio malhação mas fiko legal no blog..assim damos asas a imaginação...e fik melhor q malhação miutas vezes iauhsiauhsaiuhuas..

aoisjaoijsias não perguntar o nome da moça e passar por essa situação....é como se eu falasse q sou corinthiano e usa-se a camisa do palmeiras....meio constrangedor
kkkkkkkkk
mas dps serve ´pra dar risada!

abraço
parabens pelo blog
e convido a vir no meu:

www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

Lari 21 de mar de 2009 13:05:00  

Faz pouco tempo que você veio pra Sampa? De onde era?

Já ouvi falar da Vermont mas nunca fui, é boa mesmo?

Gostei da sua história. :)

Beejo*

www.lari-landia.blogspot.com

Viviane Righi 21 de mar de 2009 22:40:00  

Uau...
Você não brinca em serviço, heim, Euzer?

Conte para nós se esta história teve ou terá continuação, pois a forma com a qual você a escreveu nos deixou pra lá de curiosos!!! Por isso vamos continuar metendo o bedelho para saber...

Um boa semana pra vc, ok?
Abração...

Inez 22 de mar de 2009 18:45:00  

Tenho que meter o bedelho, afinal este texto mostra um pouco da magia de São Paulo.
Assim como São Paulo o texto é excelente.

Mr. Ziggy 23 de mar de 2009 20:33:00  

Gostei da sinestesia, do emaranhado de sensações tatuado em suas palavras. E ficou bacana esses trechos em inglês. Valeu pela visita! Abraço!

Ric 29 de mar de 2009 09:28:00  

Já havia percebido que vcs não disseram os nomes antes do final do texto. hehehe!

Abraço.

Rafael Carvalhêdo 4 de abr de 2009 13:10:00  

Uau!!! rerere
Coisa boa esses momentos. Muito boas as suas descrições, Euzer!
Abraço

  © Blogger template Skyblue by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP